Sem categoria

Seven Days of Me \ 7 factos random sobre mim

20 de Fevereiro, 2017

1. Sei que são random facts e não weirdest facts, mas esta minha particularidade precisa de ser estudada. Tenho noção de que talvez seja a coisa mais anormal de todos os tempos, mas estão a ver a sola dos sapatos e a clara função que desempenham? Pois bem, acontece que o meu cérebro dá sinais de ser super disfuncional quando fica passado pelo facto das solas dos sapatos ficarem sujas! Eu sei, eu sei, podem-se rir à vontade, eu deixo! Quando digo que detesto ver a sola dos sapatos suja, não me refiro ao pó nem aos pequenos grãos de areia que se instalam nas curvaturas dela; quando afirmo detestar solas sujas, estou simplesmente a julgar a lama, os dejetos dos seus animas que as pessoas não têm o cuidado de limpar, e que depois, no meio da distração, trazemos connosco; as pastilhas – ugh, como eu detesto estas -, e tantas outras coisas que levam demasiado tempo a limpar dos sapatos. Not so weird anymore, uh?
2.  Detesto chinelos e pantufas. Por muito bonitos ou fofos que sejam, os meus pés nunca se adaptaram a essa camada extra de material, no que toca ao deslocamento seguro dentro de casa. Por mim, poderia calçar apenas a meia de casa por cima da meia da cama, e ficaria feliz para o resto da vida. Mas como nem tudo é bom na vida, para se prevenir umas quantas gripes, o melhor mesmo para nos protegermos é usar calçado própria para casa, não é verdade?
3. O número máximo de livros que eu já li num ano foram vinte e sete! Em dezoito anos de vida, estes são os dígitos dos quais mais me orgulho! 
4. Nunca tinha feito uma direta, até dezembro do ano passado, quando precisei de ficar em pé a terminar plantas e maquetas. Confesso que já muitas vezes tentei fazê-lo, mais na época das férias de verão, contudo, chegava sempre a uma certa hora e eu adormecia por completo. As conclusões a que cheguei nesse dia foram de que as diretas são desnecessárias! Dormir é que é bom, nunca se esqueçam disso!
5. A primeira vez em que me aventurei pela cozinha, andava eu no quinto. A transição do primeiro ao segundo ciclo ficou marcada pela liberdade que foi passar a vir para casa sozinha e, posteriormente, ter o meu tempo a sós nela. Recordo-me de que me estava a apetecer comer massa com salsichas e ovos, e como na altura ainda não sabia mexer com o fogão, decidi-me pelo microondas. Resultado? Pude gozar da refeição descansada, em contrapartida, a conta da luz veio um pouco mais alta, pois o microondas fez um esforço heróico nesse dia. Nunca mais me esqueço!
6. Tenho pessoas na vida que me estão sempre a questionar acerca disto, mas aqui volto a negar: eu ainda não fiz um curso de fotografia, embora os meus registos possam indicar que sim. As minhas fotografias são a prova viva de que, quando quero e me esforço, consigo alcançar bons resultados, daí eu sentir um orgulho imenso quando as pessoas me perguntam se fiz algum workshop, pois as minhas capturas e respetivas edições ficam um máximo!
7. O café não funciona comigo, nem nunca funcionou. Não me recordo de nenhum dia em que o tenha bebido e ficado acordada, elétrica, ou o que valha. O máximo dos máximos que pode acontecer é eu ficar com sono! Quando digo que sou uma alienígena, não estou a brincar!

Já participam do Seven Days of  Me? Quais os factos mais random sobre vocês?