Explore

.no title

Sem categoria

.no title 02 \ declaração pós-Crush

2 de Outubro, 2017

Acredito, piamente, que se quase toda a gente praticasse o ato de aspirar ser corajoso, chamar a tal pessoa a um cantinho e se declarasse, as coisas seriam bem mais fáceis. Falo-vos por experiência própria e como alguém que já experimentou os dois lados da moeda, o de sofrer calada e o de desabafar o que me vai na alma, em como se torna positivo expormos, sem nunca…

Sem categoria

.no title 01 \ chorar em Público

13 de Agosto, 2017

É como receber um abraço de um velho amigo. Fazer correr a torrente, permitir que se forme uma corrente, e expressar através de ondas e odores salgados, aquilo que carregamos de mais pesado na alma. É fazer uma limpeza, adotar a conversa de que não nos banhamos duas vezes no mesmo rio, é permitir que uma fresta se abra para mais tarde poder ser cosida. Não é, de…

Sem categoria

.no title 00 // o Medo.

3 de Agosto, 2017

Apercebi-me de que tenho medo. Medo porque sou humana, medo porque tenho sonhos e medo porque já me desiludi bastante. Continuo a ter uma mania incontrolável de criar expectativas acerca de certas coisas, e isso acaba por trazer à tona muitos sentimentos que, com o passar de tempo, aprendi a evitar reprimir. Porque esse é um dos piores cenários que podemos sustentar: guardar uma emoção na gaveta e…