AL DENTE (sugestão) | Café Julliet

Falar do Café Julliet é meio caminho andando para revelar o meu local de residência. Mas não fazê-lo é quase como um crime, por manter para mim a localização deste espaço recente à beira rio, na cidade do Barreiro.

Quem diria que passados anos a atravessar a fronteira para Lisboa, chegaria o momento. O momento de simplesmente ter de descer a rua e acessar um restaurante de dimensões pequenas, porém bem organizado, arrumado, com entradas de luz ilimitadas devido ao revestimento em vidro…. Além da vista com a qual cresci e me enamoro todos os dias.

Foi nesta segunda visita que me permiti escrever sobre a minha experiência pelo Café Julliet.

julliet_barreiro_veggie-burguer_carolayne-ramos

Primeiramente, conta com um staff mega simpático, conhecedor do que está a vender e opiniões assentes na verdadeira intenção de nos ajudar a escolher o melhor. Segundo que, no meu caso, é perto de casa. Terceiro, os valores são mega acessíveis, além da carta que nos oferece vários pratos com apresentação cuidada, apetitosa e saborosa!

Já tive a oportunidade de provar os pastéis de camarão, as batatas fritas simples, o hambúrguer vegan… E tenho a dizer que já sinto vontade de experimentar o restante menu. O hambúrguer vegan, inclusive, representou toda uma experiência que espero conseguir reproduzir em casa, num daqueles serões individuais onde me permito descansar.

A combinação entre o hambúrguer de soja e cogumelos, a doçura e maciez do pão brioche, a cebola crocante em contraste com a salada, junto de batatas caseiras estaladiças, foram de deixar uma eterna água na boca que não acredito que vá resolver tão cedo.

Visitar o Café Julliet é assinar um contrato com a insaciável vontade de lá querer voltar.

julliet_barreiro_cheescake_brownie_carolayne-ramos

Digo-o porque apesar de ser mais de brownie do que de cheesecake, provei-o e eis o melhor cheesecake que já alguma vez comi! Dou-lhe pontos pela consistência do recheio, pelo equilíbrio do doce, pelo contraste da bolacha da base e o complemento do chantilly.

Pelos inúmeros detalhes, dá para entender como esta experiência foi recheada de sensações novas, mesmo que na companhia de um velho amigo com quem adoro partilhar comida. Se por um lado, nunca me imaginaria a levantar argumentos para que visitassem o Barreiro, hoje faço-o apoiando-me no Café Julliet e em toda a sua oferta!

Entretanto, conta-me: também ficaste com água na boca? 🩷

O que pensas sobre o assunto? Gostaria de ler a tua opinião! ♥

Scroll to Top