BOX-OFFICE FILMES REVIEW SUGESTÃO

Box-office \ “Inside Out” (2015)

29 de Outubro, 2015

“Inside Out” (Divertida Mente em português), é um filme de animação produzido pela Pixar Animation Studios, que nos remete a questões psicológicas que todos nós já nos perguntámos um dia. A história centra-se em Riley, uma menina de doze anos, que sofre uma mudança na sua vida. Desde o dia em que nasce até ao presente, que ela é acompanhada por todas as emoções e acontecimentos aos quais o ser humano vive. A trama inicia com Joy (Alegria em português), o sentimento que nos motiva a viver. Joy é acompanhada por todos os sentimentos que nos tornam humanos e diferentes uns dos outros: Sadness (Tristeza), Anger (Raiva), Fear (Receio) e Disgust (Nojo). 

Numa luta para contornarem a mudança de cidade feita pela família, estas cinco emoções unem-se mais do que nunca para proporcionarem a Riley boas vibes. Mas os acontecimentos que se desenrolam não ajudam em nada. O “afastamento” da família faz com as cinco emoções tentem buscar das memórias recordações que façam com que Riley se sinta em casa da melhor maneira possível. Mas os conflitos entre aqueles que nos habitam ajudam no descarrilamento das “ilhas” de recordações criadas ao longo dos doze anos de Riley. 

Quando a tristeza tenta se manifestar sobre as memórias carregadas de alegria, a ação muda de figura, fazendo com que tanto Sandness como Joy sejam levadas para o lado de fora da sede de emoções. E é aí que a animação começa, abrindo no espetador um buraco enorme que, de tanto acumular sentimentos, revolta-se e transforma-se em lágrimas. Joy e Sadness tudo têm de fazer para que Riley volte ao normal, isto é, recomece a ser ela mesma, com os sentimentos controlados e bem medidos. Porque se há coisa que esta animação ensina é que todas as emoções que habitam em nós têm uma função e que sem uma delas, tudo em nós já não é o mesmo.

Direcionado para todas as idades, “Inside Out” está repleto de ensinamentos sobre o pensamento humano, assim como a base dos ideias para que possamos dar valor às coisas importantes. 
Nunca pensei que fosse chorar tanto com este filme, mas acabei por me surpreender. Ver que são necessárias poucas coisas para que tudo em nós esteja em harmonia, tais como a família, a sinceridade e a compreensão, é um abre olhos de que precisamos de vez em quando. Não deixem de ver.
Classificação IMDB: 8,4/10
Classificação da Lyne: 9/10