BOX-OFFICE FILMES REVIEW SUGESTÃO

BOX-OFFICE \ “The Handmaiden” (2016)

17 de Junho, 2017

the handmaiden

Uma das primeiras coisas que me intrigou, assim que coloquei, pela primeira vez, a vista em cima do cartaz do filme, foi exactamente a sua composição sombria, as expressões dos personagens, como se cada um deles tivesse em si algo de muito demoníaco para mostrar ao mundo. Não me dei ao trabalho de fixar o nome, embora me tenha sentido tentada em ir vê-lo ao cinema.
Na correria da preparação para os exames, decidi conceder-me uma pausa e, após uma cansativa procura por algo que chamasse a minha atenção, “The Handmaiden” surgiu novamente, pronto para servir o seu propósito. Entrei na atmosfera do filme sem saber do que se tratava e, quando dei por mim, plot twist atrás de plot twist amarraram-me, como se de cordas se tratassem, impedindo-me de abandonar o sofá ou mesmo de desviar o olhar do ecrã.

the handmaiden

“The Handmaiden” remete-nos para a Coreia do Sul, nos anos 30, quando uma jovem japonesa é contratada para trabalhar para uma herdeira nipónica, e que vive debaixo do mesmo tecto que um tio super autoritário. O que nenhum deles sabe, é que existe um esquema bastante elaborado por detrás dessa contratação, e não querendo ser responsável por partilhar o que, para mim, é de mais interessante no resto da narrativa, deixem-me que vos diga que há muito que procurava por um filme cujo argumento estivesse bem elaborado, bem estruturado e, acima de tudo, capaz de nos deixar tão estupefactos com as revelações, que fica quase impossível acreditarmos de que as nossas suposições estejam certas. Se comecei por ver a produção sem qualquer expectativa, terminei-a com o cérebro derretido, não só por causa do calor de hoje, mas também porque o mistério que envolve toda esta trama, foi trabalhado de forma fantástica!
Para além do mistério e das cenas que nos deixam um tanto ou quanto what a fuck, “The Handmaiden” apresenta-nos, também, cenas de sexo muito explícitas, tanto que isso pode ser o suficiente para que muitas pessoas não vejam para lá disso, desclassificando a importância que as mesmas têm para a narrativa, daí eu já aqui estar a avisar com antecedência, não fiquem vocês impressionados. Contudo, se tais passagens não vos incomodarem assim tanto, este é um filme ao qual ofereço um super carimbo de qualidade, muito pessoalmente, e o qual recomendo sem medos e receios!
Já viram este filme? O que acharam dele?